08 julho 2013

Amamentar estando grávida faz mal?


Estar grávida e amamentar faz mal ao bebê que está na barriga?
Estava com está duvida cruel, eu amamento a Gabriela até hoje e sempre tive a reprova dos familiares, quando viam logo falavam então resolvi perguntar para o obstetra e como sou mamãe de terceira viagem e não tive problema algum de parto prematuro ele disse que eu poderia continuar a amamenta-la, porem não fiquei muito satisfeita e resolvi pesquisar na internet e descobri que posso amamentar a minha princesa até quando ela quiser, posso amamentar sem medo UFA!

Lendo alguns artigos descobri que estar grávida não significa ter que desmamar o seu bebê, cada mãe decide o melhor a fazer para a sua família.

Informação traduzida de La Leche League por APPM


Familiares, amigos e profissionais de saúde poderão expressar dúvidas relativamente ao aleitamento materno durante a gravidez, uma das preocupações é que poderá estar a arriscar a saúde do bebê que se está a gerar. É importante saber que numa gravidez normal, não há provas de que manter a amamentação irá privar o nascituro dos nutrientes necessários. Relativamente às contrações que a amamentação pode provocar, a LLL responde da seguinte forma: "Apesar das contrações uterinas serem vivenciadas durante a amamentação, eles são uma parte normal da gravidez... As contrações uterinas também ocorrem durante a atividade sexual, e a maioria dos casais continuam durante a gravidez." "Atualmente, não existem orientações médicas específicas que definem em que situações poderá ser arriscado continuar a amamentação durante a gravidez, e os profissionais de saúde variam amplamente as suas recomendações".

Durante a gravidez é normal precisar de descanso extra, amamentar deitada poderá ser uma forma de obter esse descanso. Se tiver um local seguro para si e para o seu bebé, com almofadas ou colchões no chão, permitir-lhe-á descansar enquanto que o seu bebé brinca entre as mamadas, ou até poderão ambos dormir uma sesta após o momento da mamada.

Algumas mães ficam com os mamilos mais sensíveis durante a gravidez. Alterar a posição em que amamenta, e utilizar exercícios de respiração poderão ajudá-la a diminuir a sensibilidade mamária. Se o seu filho tiver idade suficiente, você pode pedir-lhe para mamar mais calmamente e por períodos mais curtos, isto pode ajudar com a sensibilidade nos mamilos e com a necessidade de descanso extra.

É possível que a produção de leite diminua por volta do 4º ou 5º mês de gestação, se o seu bebê tem menos de um ano de idade, é aconselhável ir verificando o peso para confirmar se está a receber a quantidade de leite suficiente. Também é comum o sabor do leite alterar e estas alterações poderão fazer com que o bebê mame menos vezes, ou vá desmamando naturalmente.

Se você decidir que quer desmamar o seu bebê, é mais aconselhável fazê-lo gradualmente. A técnica de “não oferecer, não recusar” é a que tem resultado na maioria das mães, tente prever quando o seu bebê vai pedir para mamar e distraia-o com uma brincadeira ou com um snack saudável. Evite sentar-se nos locais que o bebê possa associar a mamar, e dê-lhe o máximo de atenção e mimos nesta altura. Lembre-se que o desmame pode não ser fácil, por vezes manter a amamentação na gravidez acaba por ser a opção mais conveniente.

Depois do bebê mais novo nascer, é comum que o mais velho mesmo após o desmame queira provar o leite ou queira voltar a mamar, alguns podem não se lembrar de como mamar, outros podem estranhar o sabor do leite, e outros podem ficar felizes por voltar a mamar. Se não quiser voltar a amamentar o mais velho, o melhor será dar-lhe a provar o leite com um copo ou colher.
Se você optar por continuar a amamentar durante a gravidez, depois poderá acontecer que amamente ambos os bebês ao mesmo tempo – a isto chama-se amamentação em tandem e muitas mães acabam por fazê-lo com gosto e assim podem satisfazer as necessidades de ambas as crianças.

Se tiver dúvidas ou precisar de ajuda extra procure uma conselheira ou consultora em aleitamento materno que poderão dar-lhe apoio e informação sobre amamentação durante a gravidez, ou amamentação em tandem.


 A pergunta feita foi se amamentar na gravidez teria algum problema:

Para o feto… nenhuma. Para você, nenhuma. Para o bebê que mama, nenhuma… desde que você se alimente e curta isto. Algumas pessoas sentem que necessitam mudar o ciclo, para uma coisa e fazer outra, outras apenas agregam a nova situação e levam junto. Como o risco maior que poderia acontecer era um aborto no iniciozinho da gravidez… e você já passou da fase… é curtir e levar adiante com a escolha de caminho que fizer.

 fonte: (http://www.amigasdopeito.org.br)

Então vou continuar a curtir pois estou amando ser mamãe de terceira viagem e não privar  a minha pequena dos seus desejos.

Super Beijos

8 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Adorei amiga,amamentar é o máximo sem explicação,fiz um post sobre amentação tb,não tinha conhecido ninguém que amamenta-se grávida achei o post muito importante...amei...bjoos

    ResponderExcluir
  3. Amamentar é maravilhoso!!!
    Post bem interessante.

    http://minhavidaintensa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que delícia!!!
    Um momento lindo, vivido à três!!

    Bjus, Genis
    http://www.reciclandocomamamae.com/
    http://www.mamaesemrede.com/

    ResponderExcluir
  5. Que bom que pode, pq acho que seria difícil pra pequena ter que parar de mamar por conta de um novo membro na família ....
    achei interessante esse post, não fazia ideia disso

    Beijos Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Amei post.
    Amamentação eu aprovo ainda mais a três.

    Abraço,
    Toninha
    http://www.educar-oprimeiropasso.com/
    http://toninha-ferreira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adorei a postagem!!!! muito me ajudou obrigada!!!

    ResponderExcluir
  8. CÁTIA PEREIRA...

    Amei seu comentário, estou com suspeitas de outra gravidez, mais continuo a amamentar meu filho de 2 anos e 8 meses... e acho minhas amigas que devemos confiar em Deus e nada acontecerá, pois se foi da vontade do Pai eterno fiquemos supertranquilas... QUE O AMOR E A PAZ DO SENHOR SEJA DERRAMADA EM SUAS CASAS... UM FELIZ ANO NOVO E QUE DEUS AS ABENÇOE SEMPRE...

    ResponderExcluir
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...